quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Exaltação à natureza


Deitado num banco de madeira, abro os olhos novamente. Na copa das árvores, vejo miquinhos pulando de galho em galho; ao meu lado, borboletas coloridas voando. Algumas aves caminham pelo mato, em minha direção.

Fecho os olhos. Ouço o barulho das águas, o canto dos pássaros. Sinto o ar puro entrando no meu peito. Um sentimento de paz e tranquilidade toma conta de mim.

Os raios do sol penetram entre as árvores e alcançam o meu rosto. Sinto um conforto especial. Um conforto semelhante ao que um filho recém-nascido experimenta ao ser carregado pela mãe. Uma mãe que tudo provém. A mãe natureza.

Nota do blogueiro: texto inspirado por uma tarde no Recanto da Cascatinha, que fica no Parque das Mangabeiras, em Belo Horizonte.

Crédito da foto: Dione. (Imagem retirada da internet. Publicada por Eva, no OctoPop.)

4 comentários:

Déda disse...

Olá!
Tenho meu cantinho aqui no Rio, que é a floresta da Tijuca. Entendo perfeitamente a essência do que vc escreveu.
Se puder visite meu blog: jequitibanagaiola.zip.net

Fernando Ávila disse...

Oi, Déda. Seja bem-vinda! Valeu a vista. Ah, pois é, é muito bom ter espaços como esse nas grandes cidades ... Legal que já descobriu o seu "cantinho" por aí ... Da próxima vez que eu for ao Rio vou dar um jeito de conhecer a floresta da Tijuca ... Tenho certeza que, assim como a cidade, também deve ser maravilhosa ... rs Bora dar dar uma conferida no seu blog agora !!!

Lilian disse...

Ai que delícia de lugar! ao ler sua exaltação é como se estivéssemos lá....

Fernando Ávila disse...

Lá é muito bacana mesmo, Lilian. Havia um tempão que não ia lá ... Agora elegi aquele como meu refúgio predileto ... rs