quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Ponto de (des)equilíbrio


Antes de ir pra casa, depois do zazen – uma prática de meditação sentada –, ele passa numa mercearia pra comprar pão, mortadela e outras coisas pra abastecer a geladeira de casa.

Ao chegar lá, dá falta do embutido de carnes. Sossegado, resolve ligar pro estabelecimento.

“Boa noite, meu amigo, é o seguinte: fiz compras aí mais cedo e esqueci a mortadela no balcão. Será que tinha como vocês guardarem pra eu pegar amanhã ou depois de amanhã”.

Surpreso com o pedido, o rapaz da mercearia questionou: “Você vai voltar aqui pra pegar uma mortadela?”

Impulsivo, o outro respondeu. “Porra, lógico que vou meu irmão, você está ficando louco. É o meu café da manhã!”, esbravejou, puto, do outro lado da linha.

Ilustração retirada da internet. Link na imagem.

5 comentários:

Lilian disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilian disse...

Ahahahaah! Mais um filho...

Se gostaria de demosntrar incoerência, conseguiu...

Um cara que faz meditação, perde todo benefício ao ingerir carne... E o que é a nossa vida senão uma constante incoerência?
Vamos à igreja e esbravejamos ao volante, corremos por 1h e tomamos aquela cervejinha gelada...

Fernando Ávila disse...

A vida é feita mesmo de contradições, Lilian !!! O ser humano tem muito disso. Quis demonstrar as incoerências, como a busca pelo equilíbrio e paciência e a sua perda repentina ... Com relação ao lance da carne, discordo de você, embora eu ache que o consumo às vezes seja exagerado mesmo ... Bom, mas é isso aí ... Viva a diversidade de ideias !!!

Lilian disse...

Conhecimento nunca é demais! Veja este livro, talves mude de idéia, pois "viva a diversidade e, mais ainda, novos conhecimentos!"

Fisiologia da Alma, Ramatis (por Hercílio Maes)

Nesta obra, Ramatis fala a respeito dos corpos sutis, das enfermidades do corpo físico e de espiritualidade versus consumo de carne, além de mencionar o uso de tóxicos e sua conseqüência para a evolução do ser espiritual e dos entraves que provocam nos corpos energéticos e físico.

Fernando Ávila disse...

Ei, Lilian. Valeu a dica !!! Vou dar uma conferida depois !!! Quem sabe eu não mudo de ideia ... rs Como diria raulzito: "Eu prefiro ser, essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo..."
abraços